Usando a navegação anônima do seu navegador

Navegação anônima (incognito window, private window, InPrivate..) é um acrônimo para uma função integrada a diversos navegadores (Google Chrome, Internet Explorer, Safari, Firefox, etc..) da atualidade. Trata-se na verdade de uma função que deve preservar os dados locais de navegações anteriores de serem consumidos por outros sites ou os mesmos já acessados.

“ Estou protegido quando utilizo a função de navegação anônima ?”

Apesar de Tecnologia da Informação ser uma ciência exata, ou era pra ser pelo menos, não podemos dizer que se está completamente protegido apenas usando a funcão de navegação anônima do seu navegador. O conceito de proteção é muito mais amplo e tem muitos pormenores. A pretendida proteção pode não ser a adequada em para todo perfil de usuário. Um criminoso focado em praticar ilícitos, um antivista antigoverno, uma pessoa pesquisando preços de passagens de avião e um cidadão de outro país querendo ver notícias tem objetivos claramente diferentes. Cada perfil demandará técnicas mais ou menos dispendiosas para se anonimizar. E a função de navegação anônima provida pelos navegadores podemos considerar como a mais trivial destas técnicas, mas nem por isso menos importante.

“ Mas então como navego de forma realmente anônima e irrastreavel ?”

A navegação anônima simplesmente NÃO EXISTE, todos os dispositivos eletrônicos conectados a internet são rastráveis. O que é possível é dificultar a rastreabilidade, assunto que trataremos em artigos futuros.

“ Mas então para que serve a função navegação anônima dos navegadores ?..”

A dita navegação anônima, função disponibilizada pela maioria dos navegadores atuais não permite o compartilhamento de logins, senhas, histórico de navegação e cookies (dados temporários de páginas da internet com funções diversas). Porém informações de endereço de IP, geolocalização ERB (estação rádio base), cache de provedores de serviço de Internet (ISP), cache de DNS e CDNs e algumas outras informaçoes acerca do usuário ainda permanecem expostas. Vale lembrar que a navegação anônima não protege o usuário de softwares de terceiros maliciosos instalados no dispositivo (keyloggers, trojans, etc).

Usando a função nos navegadores atuais

no Google Chrome:

  1. Abra o navegador Google Chrome;
  2. Clique canto superior direito, clique em “Mais” e “Nova janela anônima”; e
  3. Verifique o ícone de navegação anônima no canto superior da janela.

Atalho de teclado:

  • Distribuições Linux, Windows ou Chrome OS: Ctrl + Shift + n.
  • MacOS: ⌘  (command) + Shift + n.

no Firefox

  1. Abra o navegador Firefox;
  2. Clique no botão de menu e depois em “Nova janela privada”;
  3. As janelas da ‘Navegação Privada’ têm uma máscara roxa no topo.

Atalho de teclado:

  • Distribuições Linux, Windows: Ctrl + Shift + p.
  • MacOS: ⌘  (command) + Shift + p.

no Microsoft Edge

  1. Abra o Microsoft Edge;
  2. No menu do canto superior direito, acesse “nova janela InPrivate”; e
  3. As janelas da ‘Navegação Privada’ têm uma sinalização na barra do navegador, conforme a imagem a seguir.

Atalho de teclado:

  • Windows: Ctrl + Shift + p.
Aba para navegação anônima no Microsoft Edge.

no Safari

  1. Abra o Safari;
  2. Escolha “Arquivo” e “Nova Janela com Navegação Privada”.
  3. Uma janela privada tem um campo de busca escuro com texto branco.

Atalho de teclado:

  • MacOS: ⌘  (command) + Shift + n.

Usando em smartphones

Nos dispositivos smartphones (iOS e Android) a função de navegação anônima também esta presente nos navegadores. A única ressalva que fazemos é no caso do Firefox, o mesmo disponibiliza um aplicativo a parte para o uso da função, nos demais navegadores citados aqui anteriormente a idéia de uso é a mesma.

Aplicativos para iOS: Firefox Focus e Aba de janela anônima do Google Chrome.

Nem sempre o seu caso de uso necessitará a utilização de abas privadas (navegação anônima), a utilização deste recurso pode inclusive atrapalhar a sua produtividade e agilidade em tarefas corriqueiras. Porém é importante saber da existência desta funcionalidade e usá-la sempre que julgar necessário.